Amarração do caldeirão

Amarração do caldeirão
Partilhe recomende ou vote neste artigo

Amarração do caldeirão, amarração da bruxa Évora

Quem ama – não exageraremos ao dizê-lo – deseja ver esse amor retribuído pela pessoa amada!, e por isso grandes são os tormentos que podem vir de um sentimento amoroso que não é correspondido.

Seja porque a pessoa amada está envolvida com outrem, ou seja porque a pessoa amada se afastou devido á influencia de outrem, ou seja porque há alguém maldosamente atrapalhando esse amor, ou seja simplesmente porque a pessoa amada não sente o mesmo sentimento por quem a ama, a verdade é que – sempre assim foi, e sempre assim será – a rejeição amorosa é das mais infernais e dolorosas dores da alma!, e que já arrastaram pessoas á loucura!

Então:

por isso mesmo, conforme os médicos e alquimistas da antiguidade preparavam remédios para curar os males do corpo, então também os magos e bruxos da antiguidade preparavam remédios para curar os males do espirito, incluído os sofrimentos que provem do desamor, ou dos amores desencontrados.

Então:

um desses remédios – bem ancestral – para os males e desgostos amorosos, foi elaborado por são Cipriano e bruxa Évora, consistindo esse remedio místico na feitura de uma poderosa amarração do caldeirão da bruxa Évora.

Esta magia – devemos dizer logo de início –  não é fácil de ser feita!, e deve ser executada apenas por profundos conhecedores dos segredos e sabedorias de são Cipriano e bruxa Évora!, pois exige preparativos e procedimentos místicos  que sendo feitos erradamente podem causar efeitos errados!, ao passo que  é uma magia que lida com poderosas forças e energias espirituais que jamais devem ser manipulados por leigos, nem curiosos, nem desconhecedores, nem amadores, pois pode acabar causando-lhes os mais infestadores tormentos e padecimentos.

Não obstante, esta amarração do caldeirão é uma amarração amorosa de grande eficiência!, ate mesmo nos casos mais impossíveis!

Na amarração do caldeirão da bruxa Évora, assim se procede:

O caldeirão, ( que deve ser feito de ferro, e com inscrições magicas embutidas no momento da sua feitura, conforme um verdadeiro caldeirão de bruxa!), fica no centro de pentagrama ladeado de símbolos ocultos riscados a sangue. São então entoadas litanias magicas, por forma a dar abertura aos rituais de amarração do caldeirão da bruxa Évora, e a conjurar a descida dos espíritos que se pretende invocar para este tipo de trabalho de amarração do caldeirão da bruxa Évora..

Os 5 procedimentos iniciais da amarração do caldeirão da bruxa Évora

Aquando da feitura da amarração do caldeirão da bruxa Évora,  então assim se fazem os seguintes cinco procedimentos iniciais:

1

no  caldeirão de bruxa são vertidas ervas ocultas com propriedades magicas conforme aquelas que são Cipriano e a bruxa Évora ensinaram nos seus ancestrais e secretos saberes;

2

no  caldeirão de bruxa é derramado sangue dos próprios magos que estão a oficiar na amarração do caldeirão , por forma a invocas uma poderosa descida de poderosas entidades espirituais;

3

no  caldeirão de bruxa é vertido vinho de eucaristia previamente consagrado por um sacerdote devidamente ordenado;

4

no  caldeirão de bruxa é cuidadosamente adicionada uma porção,(doseada com rigor e ao mililitro), de um filtro de álcool fermentado e poderoso que foi previamente consagrado ao longo de 6 luas cheias;

5

no  caldeirão de bruxa é por ultimo diluído no caldeirão 3 gotas uma preciosa poção oriental de amarração, ( que é tao rara, como dispendiosa para produzir),  que foi previamente preparada e consagrada á meia noite de uma noite de lua cheia, e no local e uma encruzilhada assombrada.

Continuação: os 3 passos seguintes da amarração do caldeirão da bruxa Évora

Apos se terem oficiado os 5 passos iniciais da amarração do caldeirão da bruxa Évora, então seguem-se os seguintes 2 passos:

1

estando executados todos os cinco anteriores procedimentos da amarração do caldeirão da bruxa Évora, então as fotos das pessoas que se vão amarrar são primeiro ungidas em essências ocultas sagradas, sendo que depois – e por esse meio – essas duas pessoas são encomendadas á bruxa Évora, que em espirito acolherá o seu pedido, e em espirito decretará a amarração dessas duas pessoas.

2

Ao mesmo tempo, também se inscrevem num papiro virgem – riscado com sangue – os nomes e datas nascimento dessas mesmas pessoas que se querem amarrar com a amarração do caldeirão da bruxa Évora.

Conclusão da amarração do caldeirão da bruxa Évora

No auge do trabalho de amarração do caldeirão da bruxa Évora, tanto as fotos como o papiro virgem , ( com os nomes das pessoas que se pretendem amarrar), são lançados ao caldeirão, e todo o seu conteúdo é feito arder numa chama que se eleva!, e depois vai lentamente consumindo todo o feitiço que está depositado no caldeirão.

Então:

Quando as fotos e nomes das pessoas – inscritas a sangue num papiro virgem – são colocadas no caldeirão e ali ardidas nesse fogo e nessa chama sagrada, então conforme essas duas pessoas estão sendo unidas e fundidas no fogo e na poção do caldeirão, então também elas ficarão em espirito unidas, ligadas, atadas e poderosamente amarradas!

Resultado da amarração do caldeirão: um nó atado e que jamais se desata!

Todos esses rituais são preparados, elaborados, oficiados e repetidos por 13 noites consecutivas!, sendo que daí em diante, ambas as pessoas amarradas em amarração do caldeirão da bruxa Évora ao longo de 13 noites, então estarão – para sempre – em espirito ligadas, unidas, atadas, destinadas e amarradas num nó que jamais se desatará!, pelo que por mais que a pessoa amarrada insista ou teime em se afastar de quem a mandou amarrar, porem os seus caminhos vão-se persistir cruzando e ligando!, e quanto mais a pessoa amarrada teimar em não se entregar….então mais a amarração infestará e desquietará a vida do amarrado!, e assim será para que ele jamais tenha felicidade que sempre dure, nem encontra paz que sempre perdure!, e assim persistirá a amarração do caldeirão atuando até que o amarrado acabe cedendo e se entregando ao mandante da amarração!, pois é esta imprecação que é lançada no amarrado no momento em que se celebra – por 13 noites seguidas – a amarração do caldeirão da bruxa Évora.

Então:

quer a verdadeira amarração do caldeirão da bruxa Évora?

quer a verdadeira amarração da bruxa Évora?

quer uma poderosa amarração amorosa?

Escreva-nos!

Partilhe recomende ou vote neste artigo