FAQ

Partilhe recomende ou vote neste artigo

FAQ – perguntas frequentes

sobre bruxos, feiticeiros e seus trabalhos de magia

dúvidas frequentes sobre o ofício da feitiçaria, sobre a arte dos bruxos, e até mesmo sobre as duvidas que podem assolar na hora de procurar um trabalho de magia.

Colocamos ao vosso dispor uma serie de informações e reflexões sobre todas essas questões, para partilhar e para deixar-vos clarificações onde duvidas existem.

1-     sobre Fotos de rituais mágicos.

Segredos mágicos são segredos conservados em segredo para que pessoas desconhecedoras e não-iniciadas não possam ir meter a mão em assuntos que desconhecem e que lhes podem causar tremendos dissabores, quando não até mesmo fatalidade.

Olha:

Apenas um padre treinado nas artes do exorcismo pode praticar um exorcismo, pois que um exorcismo realizado por um leigo pode acabar com esse leigo sendo possuído e até mesmo em fatalidade.

Mais ainda:

um verdadeiro exorcismo não é jamais feito em público como se de um espetáculo teatral se tratasse, pois que é um ato magico perigoso.

Da mesma forma:

Apenas magos sabedores e experientes nas artes mágicas podem praticar essas artes, e essas são artes feitas de segredos milenares que não podem jamais ser divulgados publicamente.

Pois por isso, esse sagrado secretismo é um juramento que qualquer mago deste altar faz com as suas entidades quando recebe o seu conhecimento místico, pois que é um preceito que qualquer bruxo e feiticeiro de verdade conhece e reconhece, pois olha:

não se coloca conhecimento oculto nas mãos de desconhecedores da mesma forma que não se coloca uma arma na mão de uma criança.

Olha então:

são Cipriano escreveu e deixou num legado de ensinamentos místicos que comprova que magia, bruxaria e feitiçaria não são coisa leve nem para ser levada de animo leve, motivo pelo qual leigos e desconhecedores não devem ir ver nem mexer com aquilo que desconhecem para não acabarem sofrendo consequências negativas.

Pois por isso mesmo, olha que assim está escrito na obra de são Cipriano:

S. Cipriano, propositadamente, tornava as suas mágicas bem difíceis de preparar, a fim de evitar que caíssem na mão de pessoas ignorantes, ou mal-intencionadas

Obra e vida de são Cipriano extraída conforme os ancestrais escritos históricos do Flos Sanctorum, Pag 48

Mais assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Todos os grandes magos, inclusive Jesus, o Cristo, ocultavam a verdade sob parábolas  (…) faziam-no propositadamente e, por isso, Jesus costumava dizer: «ouçam os que tem ouvido para ouvir», isto é, «entendam-me os que tem capacidade para entender», pois que os outros não devem mexer com o que desconhecem

Obra e vida de são Cipriano extraída conforme os ancestrais escritos históricos do Flos Sanctorum, capitulo Trabalhos de Magia de são Cipriano, Pag 35

Pois assim se sabe:

são Cipriano escreveu a sua obra através de parábolas codificadas para que os leigos que lessem a sua obra nada dela entendessem, e porem os iniciados que lessem o texto do seu ensinamento soubessem e compreendessem aquilo que lá está oculto.

Pois por isso, olha:

Quando você está lendo a obra de são Cipriano toma cuidado para não levar á letra tudo aquilo que ali está escrito, pois que a maioria daquilo que você está lendo não passa de codificação assim escrita para que quem não entende fique pensando uma coisa, e porem quem entende consiga acessar ao ensinamento oculto, pois que olhai:

são Cipriano sempre tomou todas as precauções para que os seus mais ocultos ensinamentos jamais fossem cair nas mãos de leigos, para que jamais esses ensinamentos fossem praticados por pessoas desconhecedoras, pois que são saberes portentosos e que não devem jamais ser lidados por quem não esteja preparado, pois que grandes males poderiam advir tanto para o leigo desconhecedor como para outros.

Pois por isso mesmo, é que também assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Vou ensinar-te uma receita (…) mas guarda de a divulgardes, porque te pode ser fatal

Obra de são Cipriano, capitulo «forças e poderes ocultos», versando sobre «trabalho infalível», capitulo 19, Pag 314

Pois então:

O que é praticado em são Cipriano deve sê-lo no maior segredo, com o maior segredo, e salvaguardando sempre o maior segredo, ou se o segredo for quebrado então as consequências podem ser fatais tanto para quem pratica o segredo de são Cipriano, como para quem o encomenda.

E por isso:

Não se brinca com o fogo, pois ele queima quem não sabe lidar com ele.

Pois por isso:

Ninguém JAMAIS vê nem participa pessoalmente em rituais desta natureza senão os sacerdotes que a celebram, pois não deve aquele que desconhece segredos ocultos ir meter a mão onde não deve, podendo mesmo acabar possuído por entidades infernais, com grave prejuízo para ele e para outros.

E porem:

embora esta regra de são Cipriano seja sempre cumprida, porem fazemos o nosso melhor para providenciar provas concretas sobre a feitura e a realização das bruxarias de são Cipriano.

Pois por isso:

desde que seja salvaguardado o segredo de certos procedimentos ocultos que são Cipriano mandou conservar em segredo,  ( e que por isso são sempre omitidos), então – se assim for solicitado na hora de encomendar a sua bruxaria de são Cipriano – então enviamos FOTOS dos rituais realizados para fazer prova do trabalho efetuado.

Logo:

se por um lado demonstramos trabalhar com verdadeiro saber e conhecimento oculto ao ocultar os segredos da bruxaria de são Cipriano conforme são Cipriano mandou, porem:

tambem comprovamos a nossa honestidade, e damos prova –  e garantia – da bruxaria de são Cipriano oficiada aqui neste altar de são Cipriano!

2-     Sobre a internet e trabalhos de magia feitos á distancia.

Tem muita gente dizendo que na Internet ocorre todo o tipo de enganação, e que por isso tem muito receio de procurar serviços online.

A isso dizemos:

Olhai:

há milhares de pessoas queixando-se de ter ido em centros espiritas e em igrejas, e todas elas fora ali atendidas pessoalmente e presencialmente, e porem:

Todas elas acabaram dizendo que se sentiram defraudadas.

Pois por isso:

Aquilo que importa é a seriedade e o conhecimento que vos demonstram num atendimento, e não se uma pessoa esta diante de si ou a mil quilómetros de distancia, pois que a «honestidade» não se faz de «proximidade» mas sim de «verdade».

Assim sendo:

Quer prova de honestidade?

Então:

Olha quem te fala com conhecimento, com ciência, com sabedoria e com verdade… e então você saberá quem é de honestidade.

3-     sobre dons do espírito e dinheiro.

Muita gente vive dizendo – e algum escreveram a estes irmãos – que lidar com as coisas do espírito sendo dom de deus, então não deve ser cobrado.

A isso respondemos:

Olhai:

o medico recebeu de Deus vocação para ser medico, e ele nunca chegaria a ser medico se Deus não quisesse, e por isso o dom de ser medico foi Deus que deu.

Da mesma forma:

o pescador recebeu de Deus a vocação para ser pescador, e ele nunca chegaria a ser pescador se Deus não quisesse, e por isso o dom de ser pescador foi Deus que deu.

Também:

o agricultor recebeu de Deus a vocação para ser agricultor , e ele nunca chegaria a ser agricultor se Deus não quisesse, e por isso o dom de ser agricultor o foi Deus que deu.

Pois então:

Toda a arte, todo o ofício e toda o caminho de vida foi concedido por Deus, e Deus a todos deu um dom e uma qualidade.

Então:

se medico pode cobrar pelo seu trabalho para viver, se o pescador e o agricultor podem viver e comer com a suor do seu trabalho…. então um espiritualista que Deus destinou a essa arte então não pode faze-lo ?….

Francamente, não é mesmo ?….

4-     sobre a magia e a desgraça.

Muita gente vive dizendo – e alguns escreveram a estes irmãos – que bruxos e magos vivem da desgraça alheia:

A isso dizemos:

como assim ?

Então:

o medico não vive de curar quem esta doente?

o advogado não vive de defender o injustiçado?

o mecânico não vive de consertar o carro que avariou?

o canalizador não vice de consertar a canalização que quebrou?

Então:

Não são a doença e o acidente desgraças?

Pois então:

Nesse caso, também o medico não vive da desgraça dos outros, que é a sua doença?

E nesse caso também o mecânico e o canalizador não vivem da má sorte dos outros, que é consertar o imprevisto e o acidente?

Então:

Todas essas profissões vivem de tentar ajudar na carência de outrem – seja fome, seja saúde, seja justiça, seja consertando aquilo que falhou –

E porem:

Já quando um espiritualista tenta ajudar na carência , no problema e na má sorte que infestou numa vida…. então isso está errado?

Olha:

Não existe mal em servir ao próximo com a arte e o ofício a que Deus nos destinou.

5-     sobre a magia e o poder.

Muita gente vive dizendo – e algum escreveram a estes irmãos – que «se você são bruxos, então vocês resolveriam os vossos próprios problemas e não teriam de trabalhar para viver como todo o mundo, nem teriam problemas pessoais.»

Assim dizemos:

Tudo isso seria verdade se não houvesse na magia uma simples regra:

um cirurgião pode ser o ,melhor cirurgião do mundo, e porem ele não se pode operar a si mesmo.

Da mesma forma:

um mago pode ser o melhor mago do mundo, e porem ele não pode atuar para si mesmo, em seu próprio proveito e em causa própria.

Pois por isso:

podemos ajudar outros, e podemos com o nosso ofício colher o pão nosso de cada dia.

E porem:

não podemos jamais fazer nada em benefício próprio.

Pois por isso:

a magia é uma arte que é concedida em favor de ajudar quem a ela procura, conforme a medicina é um oficio concedido para tratar a quem dele recorre.

E porem:

na hora da cirurgia, uma cirurgião não se pode operar a si mesmo.

Da mesma forma:

Na hora da magia, um mago não se pode intervencionar a si mesmo.

E porem, olhai:

Isso não faz da cirurgia algo menor, conforme não faz á magia algo menor.

6-     sobre magia e injurias a bruxos e bruxedos.

Alguma gente vive dizendo que não sabe se deve recorrer deste ou daquele bruxo, pois que – assim dizem – «eu vi que falam mal de você aqui e ali»

A isso respondemos:

a maior prova de um bruxo são os seus relatos de sucesso, e esse temos ás centenas, e para isso basta ir consultar o nosso site.

Pois por isso, assim dizemos:

Veja essas acusações de olhos abertos e com inteligência, pois escutai:

Tem gente que não olha a meios para roubar clientela alheia.

Senão observa:

Todo o mundo já viu igrejas que passam o tempo todo com alguns de seus pastores e bispos caluniando-se mutuamente para conquistarem o público de fiéis do outro.

Então:

se você ouvir aquilo que esses pastores e bispos dizem das outras igrejas, e se você for escutar aquilo que pessoas a mando deles falam e maldizem de outras igrejas, e se você olhar na impressa, na televisão e na internet todas as campanhas negativas lançadas para sujar o nome das outras igrejas…..então você jamais vai botar o seu pé nessas igrejas!

Então:

a intenção e a causa de toda essa calunia e mal dizer é justamente. essa: NEGOCIO !

Olhai por isso:

A melhor forma de um médico ter clientes é ver a reputação do seu colega difamada.

Da mesma forma:

A melhor forma de um restaurante ganhar a clientela de outro restaurante concorrente, é arruinar a reputação desse concorrente.

Então:

A melhor forma de um negócio angariar clientes bem rápido e conquistar espaço no mercado, é arrastar o nome dos seus correntes pela lama, usando para isso de pessoas que a seu mando vão espalhar mensagem caluniosa por todos os cantos.

Pois por isso:

Também na feitiçaria aquilo que não falta por aí é profissional incompetente, ganancioso e mal-intencionado querendo passar por cima de outro profissional de sucesso, e que não hesita em espalhar – e mandar espalhar – difamação nos outros, apenas para ficar ganhando no seu negócio.

Pois por isso:

Não acredite em tudo que ouve, e ouça sempre com inteligência.

7-     sobre consultas aos espíritos.

Por vezes encontramos quem dissesse e nos escrevesse:

«Estou desconfiada deste ou daquele site, porque fiz uma série de consultas mandando dados falsos e ele me responderam como se fossem questões verdadeiras , e por isso como podem eles estar dando consultas sobre pessoas que não existem?»

A isso sempre falamos e respondemos:

Espíritos são coisa para ser levada a seria, e por isso jamais se deve fazer consulta a espíritos apenas por brincadeira, nem por mera curiosidade, nem para testar aos espíritos pois que olhai:

Quando você vai consultar aos espíritos, então deve colocar questões verdadeiras, com fundamento de verdade e sempre com de verdade, pois olha que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Repetimos de uma recomendação: não useis (…) para coisa fúteis, nem para brincadeiras, (…) nem para nada que não seja honesto. Não brinqueis com essas coisas (…) não penseis sequer nisso (…) é faca de dois gumes que poderá conduzir (…) a situações difíceis

Obra de são Cipriano, Pag 385

Pois assim se sabe:

A obra e o trabalho do santo é coisa séria e é coisa de portento que – em boa verdade dizemos – deve por isso ser usada apenas para lidar em assunto serio.

Pois por isso, assim avisa o ensinamento do santo:

Quem vem brincar com o santo, ou quem vem colocar coisa falsa ao santo, ou quem vem procurar coisa fútil no santo, eis que esse acabará colhendo apenas desgraça.

Pois por isso:

Quando a espírito se coloca questão falsa, então com falsidade ele responderá, e desolação do espírito retirareis, pois que espírito não é coisa para se brincar nem para ser lavado de ânimo leve.

Da mesma forma:

Jamais consulteis a um espírito por mera curiosidade, nem com leviandade, e ainda menos para testar ao espírito, pois que espírito que é consultado apenas para ser duvidado, para ser motivo de chacota, ou – simplesmente – para ser testado… esse acaba sempre infernizando-vos e fazendo da vossa vida um teste de decepções.

Olhai por isso:

O que derdes ao espírito do espírito colhereis, e conforme ao espírito fordes então do espírito saireis.

Pois por isso vos dizemos:

·         Se verdade colocardes nas vossas perguntas, então do espírito colhereis verdade na resposta, pois que santo existe para guiar.

E porem:

·         Se mentiras, leviandades, falsos propósitos, brincadeiras ou falsidades colocardes nas vossas perguntas, então do espírito recebereis decepção, desnorte, desorientação, desapontamento e desolação na resposta, pois que espirito não é coisa para se brincar.

Pois por isso, e conforme dissemos:

O que derdes ao espírito, do espírito colhereis.

Quer isso dizer:

·         Dai-lhe verdade e recebereis verdade; dai-lhe mentira e recebereis mentira.

Pois por isso olhai:

Quando a espirito se coloca questão verdadeira, então resposta verdadeira ele responderá, e porem quando a espirito se coloca questão falsa então ele responderá coisas falsas e confusas, pois o espirito zombará de quem o zombar e o espirito ajudará a quem o honrar.

Pois por isso, olhai que assim ensinou são Cipriano:

Aquilo que derdes ao espirito do espirito colhereis, e conforme ao espirito fordes então do espirito saireis.

Então:

se ao espírito fordes com verdade e toda a verdade dizendo…. então iluminado e abençoado sereis.

E porem:

se ao espírito fordes com má intenção, com omissão ou com falsidade… então desviado, zombado e amaldiçoado saireis.

Olhai então:

Isto que agora vos diremos é uma verdade assegurada por registos historicamente colhidos, ou seja:

Escuta:

Usar uma tabua de Ouijá para consultar espíritos com boa intenção, sobre assuntos de verdade e dizendo toda a verdade, isso pode dar dicas e respostas preciosas.

E porem:

Consultar tabua de Ouijá com leviandade, apenas por curiosidade, apenas para ir testar ou brincar com espíritos…. isso irritará os espíritos, e são inúmeros os casos historicamente registados de possessões e infestações daqueles que foram zombar com espíritos.

Pois por isso, assim afiramos:

Quanto a nós, eis que poderemos por vós ir consultar aos espíritos, se tal for necessário.

E porem:

Já quanto a vós dizemos:

Cuidai de consultar aos espíritos apenas com assunto sério, com intenção séria e com informação de verdade, pois que não nos podemos responsabilizar pelas consequências desviantes ou negativas que provem do mau uso de consultas consultadas aos espíritos.

8-     sobre Garantias de trabalhos de magiaPara saber tudo sobre as garantias que devem ser prestadas quanto você vai encomendar uma bruxaria, por gentileza leia:

Garantias de amarrações e bruxarias de são Cipriano

*

9-     sobre os Relatos verídicos dos bruxos.

Muitos dizem que por vezes não há relatos atualizados nos relatos verídicos de um bruxo.

A isso respondemos.

Todos os nossos relatos verídicos são redigidos pela nossa equipe de redação online, sendo que são sempre narrativas que tiveram o cuidado de ocultar detalhes que pudessem revelar a identidade das verdadeiras pessoas, pois que a maioria das pessoas não quer divulgar que recorreu de um feitiço para altera a sua vida.

Isto posto, por favor considerai:

Não existe forma de um único site conseguir reproduzir todas a dezenas de atos diários que efetuamos, nem TODOS os seus resultados…. pois que isso seria tao logisticamente impossível de reproduzir num site, como a igreja católica estar colocando num site tudo aquilo que faz diariamente em todo o mundo, e reproduzindo diariamente todos os milhões de resultados.

Então:

Vamos tomar a devida proporção das coisas, pois que certas coisas são impossíveis de estar sempre sendo detalhadamente descritas num único site.

10-  Sobre os dinheiros cobrados num altar.

Por vezes perguntam aos irmãos do altar: «mas se vocês são uma instituição sem fins lucrativos, então porque cobram dinheiro?»

Assim respondemos:

Não cobramos nada para atender, não cobramos nada para escutar, não cobramos nada para orientar, não cobramos nada para consultar, e por isso estamos 24 horas por dia ao serviço de quem procura a são Cipriano, tudo sem nada pedir.

E porem:

Para realizar rituais, para oficiar missas, para celebrar trabalhos de magia…. isso pedimos apenas aquilo que é necessário para a DESPESA com a feitura dos trabalhos, pois que fazer trabalho tem os seus custos e esta instituição não poderia jamais ter meios de providenciar todas as despesas de feitura de todos os trabalhos aqui solicitados.

Então:

Quando se pede a celebração de um trabalho de magia ao altar, então apenas se pede que cada um contribua com as suas despesas para a celebração do seu ritual, e que no final – após o resultado – então dê aquilo que quiser dar para ajudar na subsistência desta obra de santo.

Pois por isso:

Uma coisa «sem fins lucrativos» significa que é uma coisa que não tem o objetivo de fazer «lucro».

E porem:

«Despesa» não é «lucro», e isso são duas coisas bem diferentes, e por isso:

quando se trata de despesa para a celebração de rituais de magia, então logicamente pedimos que cada pessoa contribua para custear a despesa do seu próprio trabalho mágico.

11-  Sobre pagamento após resultados.

Por vezes perguntam aos irmãos do altar: «mas se vocês tem tanta certeza sobre os vossos resultados, então porque não cobram apenas após o resultado»?

Assim respondemos:

Fazemos justamente isso!, pois que tudo aquilo que pedimos á vista – em adiantado – é apenas aquilo que for estritamente necessário para custear as DESPESAS com a feitura do trabalho, sendo que apenas após a obtenção do resultado é que então pedimos que seja prestada uma gratificação ao altar, por forma a ajudar á subsistência deste altar de santo.

Então:

Nada colhemos nem beneficiamos sem que primeiro haja sido colhido um resultado, e por isso:

O resultado é sempre o nosso maior motivo de satisfação, pois que apenas havendo resultado então ficará o crente feliz, e apenas então nós colheremos gratificação dessa felicidade.

12 – Como funciona a feitiçaria?
13 – O que é a magia?
Visite: 

Visite blog pessoal em : http://amarracoesamorosas.blogspot.pt/
Veja vídeos no Youtubewww.youtube.com/user/amarracoesamorosas
Veja Blog de amarrações em: http://www.amarracoesamorosas.com/
Partilhe recomende ou vote neste artigo