Magia, a magia segundo são Cipriano

Magia, a magia segundo são Cipriano
Partilhe recomende ou vote neste artigo

Magia, a magia segundo são Cipriano

 

Magia, feitiçaria, bruxaria

 *

 

O que é magia?, e o que dizia são Cipriano sobre a magia?

 

Primeiro que tudo explicamos que magia é assunto serio no qual se deve estudar por anos e anos fazendo recurso a muito saber e muita sabedoria que passa do estudo de plantas, rochas e minerais associadas a propriedades magicas, assim como de estudos teológicos, estudos  teosóficos, estudos de cabalística hebraica, estudos de Goétia, estudos de angeologia, estudos bíblicos, estudos de espiritismo, estudos de línguas antigas – latim e hebraico – , estudos de ciências ocultas como tarot e astrologia, e muitos outros.

 

Pois então:

 

se há coisa que São Cipriano ensinou é que magia, bruxaria e feitiçaria são ciência de profunda sabedoria e imenso estudo, pois que são Cipriano viajou por 30 anos educando-se e procurando instruir-se em todos os saberes e conhecimentos que conseguiu encontrar no reino das artes magicas.

 

Pois por isso mesmo,  assim se pode ler na obra de são Cipriano:

 

«(…) os manuscritos que ele escrevera e os apontamentos da bruxa Èvora, botou-os no fundo da sua grande arca, (…) Os manuscritos de S. Cipriano e os apontamentos da Bruxa Évora que foram encontrados na sua velha arca, foram levados para Roma e arquivados na Biblioteca do Vaticano. Estes preciosos documentos estão em língua hebraica, os quais foram traduzidos por grande sábios, tirando deles grandes proveitos para bem da humanidade»

 

Obra e vida de S. Cipriano, extraída do Flos Sanctorum, Pag 22, 25

 

Pois então:

 

Depois de passar três décadas procurando sabedoria oculta e estudando nos mistérios do oculto, eis que são Cipriano tudo escreveu e deixou num legado de ensinamentos místicos que comprova que magia, bruxaria e feitiçaria não são coisa leve nem para ser levada de animo leve, motivo pelo qual leigos e desconhecedores não devem ir mexer com aquilo que desconhecem para não acabarem sofrendo consequências negativas.

 

Pois por isso mesmo, olha que assim está escrito na obra de são Cipriano:

 

  1. Cipriano, propositadamente, tornava as suas mágicas bem difíceis de preparar, a fim de evitar que caíssem na mão de pessoas ignorantes, ou mal-intencionadas

 

Obra e vida de são Cipriano extraída conforme os ancestrais escritos históricos do Flos Sanctorum, Pag 48

 

Pois assim se sabe:

 

são Cipriano escreveu a sua obra através de parábolas codificadas para que os leigos que lessem a sua obra nada dela entendessem, e porem os iniciados que lessem o texto do seu ensinamento soubessem e compreendessem aquilo que lá está oculto.

 

Pois por isso, olha:

 

Quando você está lendo a obra de são Cipriano toma cuidado para não levar á letra tudo aquilo que ali está escrito, pois que a maioria daquilo que você está lendo não passa de codificação assim escrita para que quem não entende fique pensando uma coisa, e porem quem entende consiga acessar ao ensinamento oculto, pois que são Cipriano sempre tomou todas as precauções para que os seus mais ocultos ensinamentos jamais fossem cai nas mãos de leigos, para que jamais fossem praticados por pessoas desconhecedoras, pois que são saberes portentosos e que não devem jamais ser lidados por quem não esteja preparado, pois que grandes males poderiam advir tanto para o leigo desconhecedor  como para outros.

 

Assim dito.

 

Sobre magia, olha que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

 

 

a magia é a arte de submeter as POTENCIAS DA NATUREZA á vontade humana. Entre essas potências há entidades invisíveis, espíritos, génios, evocados mediante fórmulas, orações, encantamentos, talismãs pentáculos, filtros e agentes naturais. (…) a arte da magia tem de se apoiar na ciência ou no conhecimento não somente da natureza das entidades, como também das PROPRIEDADES DOS ELEMENTOS NATURAIS.

 

Obra de são Cipriano, capitulo Magia, Pag 222

 

Assim se sabe:

 

são Cipriano professava que a natureza está repleta de espíritos e forças espirituais que respondem á sua invocação através de certas fórmulas e elementos naturais.

 

Por isso:

 

são Cipriano não considerava a magia algo de maligno, mas sim entendia a magia como algo tao natural quanto a ciência, ou seja:

 

se a ciência tenta manipular as leis da física e da química que existem na natureza, pois a magia tenta manipular as energias, as entidades e as forças espirituais existentes na natureza.

 

Pois por isso, assim se pode ler na obra de são Cipriano:

 

Os bruxedos (…) na sua forma mais pura, é uma tentativa de CONTROLAR A NATUREZA e fazer aparecer espíritos benignos e malignos

 

Obra de são Cipriano, capitulo Os bruxedos no tempo de são Cipriano, pag 41

 

Pois assim diz o saber de são Cipriano:

 

toda a natureza e todo o universo é composto de uma parte material, assim como é também composto de uma outra parte espiritual, sendo que ambas essas realidades coabitam e coexistem lado e lado na natureza.

 

Pois então:

 

Os espíritos e as energias espirituais existem na natureza, e a magia faz uso dessas entidades, dessas energias e dessas forças espirituais que habitam na natureza em nossa redor, a fim de invocando-as então as fazer operar em nosso favor.

Para  o seu caso em concreto, Escreva-nos!

Partilhe recomende ou vote neste artigo